Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Antiguidade é posto ou, Não me peça para ler seu blog

Her father loved me, oft invited me,
Still question'd me the story of my life
From year to year, the battles, sieges, fortunes,
That I have pass'd.
I ran it through, even from my boyish days
To the very moment that he bade me tell it:
...........................................
...........................................

She loved me for the dangers I had pass'd,
And I loved her that she did pity them.
This only is the witchcraft I have used.
Here comes the lady; let her witness it.
William Shakespeare

O pai de Desdêmona havia acusado Othelo de ter seduzido e enfeitiçado sua filha.
Chamado à presença do Duque, Othelo se defendeu dizendo que o pai da moça gostava dele e frequentemente o convidava para contar a história de sua vida. E ele falou sobre as batalhas, as emboscadas, os sucessos que tinham acontecido ano a ano. Ele lhe contou fatos, desde a mais tenra idade, até o justo momento da entrevista.
Muitas coisas terríveis Othelo contou e Desdemona, nas folgas dos seus afazeres domésticos, devorava seu discurso. Ela jurou que seu relato era estranho, muito estranho; era patético, impressionantemente patético. E ela disse que lhe ficaria agradecida e solicitou que, se ele tivesse um amigo que a amasse, bastaria ensinar-lhe a contar essa mesma história e isso a conquistaria. Então Desdemona amou Othelo pelos perigos a que ele se viu submetido e ele a amou por sua misericórdia. Foi essa a feitiçaria que o mouro usou para conquistar a moça. Depois disso ela começou a seguí-lo no Twitter, entrou para o seu Orkut e começou a ler os seus blogs.

Há algum tempo entrei no blog de uma garota poderosa, dessas como há em quantidade na internet, com centenas de milhares de visitantes. Um sem noção, blogueiro novato, nos comentários lhe sugeria uma parceria e pedia que ela colocasse seu link no blog e o avisasse para que ele pudesse colocar o link dela. Eu ri muito. Ela reagiu:
- Escuta, não seria o lógico você colocar meu link primeiro e me avisar?
Há quem pense, verdadeiramente, que a montanha irá até Maomé.

Na rede social diHITT há um sistema de comunicação usual entre os membros da comunidade. Lá se dão as boas-vindas ao novo amigo, deseja-se um bom fim-de-semana, dirime-se uma dúvida qualquer mas muitos se limitam a pedir apenas uma visita ao seu blog. Quando um leitor diz que gostou do blog ou faz qualquer outro tipo de elogio ao blogueiro, no meu caso vejo que é uma coisa espontânea, vinda do coração. Mas aquela apelação: "eu vou estar sempre aqui" é desnecessária.

Nos blogs acontece mais ou menos como na vida em sociedade - visite para ser visitado. Quando nasceu minha filha mais nova um amigo ficou de ir visitar o neném, que já está com 30 anos de idade. Por que eu continuaria a visitá-lo? Por falar nisso, já acendeu uma luz vermelha para mim; tenho feito poucas visitas aos meus amigos e já senti que a frequencia aqui diminuiu bastante. Preciso reagrupar minhas assinaturas e visitar um grupo por dia. Não é só colocar chamadas no Twitter, no diHITT e em outras redes sociais, o importante é visitar, é ouvir o discurso do Othelo, prestar atenção em suas histórias, procurar visualizar os lugares maravilhosos que ele descreve, aprender com suas lições de vida e deixar uma mensagem em resposta a tudo que foi lido.
Não vejo motivos para visitar um blog que simplesmente me pede para fazê-lo.

Concluo deixando a seguir, como agradecimento, a relação dos 10 blogs ou sites que mais nos têm visitado:

7 comments:

5 de maio de 2009 10:43 Diário de uma alma disse...

Olá amigo,
É que seu blog é bom mesmo. Por isso que visitamos ele.
Parabéns
Edu

5 de maio de 2009 10:49 Vanessa disse...

De vez em qdo acho na net alguém que diz umas boas verdades. O problema é o tempo, né. Ou a falta dele. Ou o excesso de coisas para fazer durante ele. Ou o excesso de coisas sem sentido para fazer, ou... Isso já dá outro post.
Estou há algum tempo para vir aqui mas por causa das coletivas me enrolei. Bom espaço este, passo a seguir e não precisa de link-me :-)

7 de maio de 2009 22:19 adaobraga disse...

Eu sempre me esqueço destas comunidades. De vez em quando, quando lembro, vou lá e digito umas letras.

Você está certo nesta analise! Vou seguir seu conselho... vou adicionar um widget do twiter no blog. Farei agora

8 de maio de 2009 20:38 Carlos Emerson Jr disse...

Eu estou em falta com os amigos: minhas visitas estão muito abaixo do que eu desejaria... mas neste final de semana acerto o passo!
Um abração.

13 de maio de 2009 10:00 blogpaedia disse...

Recomendo este blog para todos aqueles que julgam se expressar em português e o fazem em algum animalêz de soslaio.
Concordo ipsis literis sobre a questão do linkar, seguir, visitar, etc.
Quem quer meu beneplácito, que me conquiste primeiro!

13 de maio de 2009 10:11 MaK-PG disse...

Post muito bom. De acordo. Introdução de Othelo genial!

5 de junho de 2009 22:05 Alexandre disse...

Quando conheci este blog eu estava apenas começando, pensei que um dia teria algo semelhante, aos poucos descobri que precisaria bem mais do que possuo ,que teria que
evoluir muito ,e que o que eu chamava de blog tinha que melhorar .Baseado no Lugar do Real ,do Simbólico e do imaginário comecei a ver que precisava de conteúdo .Agora após muitas viagens na internet e milhares de blogs visitados continuo sendo um seguidor que está sempre passando por aqui,e este blog continua sendo o primeiro em minha lista .

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário