Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

De queijos e bebidas finas

O queijo Camembert tem massa crua, é maturado e coberto com mofo branco. Seu sabor é forte e típico

Paulo Gomes era um amigo de longa data, desde o tempo do ginásio, a antiga nomenclatura do ensino. Não éramos muito próximos. Isso até me traz alguma dúvida se realmente estudamos na mesma classe.

Passado muito tempo o reencontrei. Ele mantinha uma revista que focalizava o município de Nilópolis. E depois disso algum tempo se passou até que o encontrasse de novo. Ele era então quase meu vizinho. Eu passava em sua casa e ele me mostrava suas coleções de livros. Era um devorador de livros. Muito tempo depois ele me fazia uma revelação sobre as impressões que tinha a meu respeito na época. Enquanto ele ralava e estudava muito, ele fazia de mim a imagem de alguém despreocupado, sem muitas ambições, sem objetivos.

Eu não sei bem qual a importância de sua filosofia de vida, mas o fato é que ele já mora no segundo andar e eu ainda estou pagando aluguel nesta vida terrena.

O Paulo era contador na Petrobrás e depois passou a advogado da empresa, num dos mais altos níveis. Mas não se importava se o chamassem ou não de doutor. Ser chamado de professor era a glória suprema. Diversas vezes insistiu comigo para que estudasse na Faculdade onde dava aulas. Pediria aos seus colegas para me darem nota. Ética não era bem o seu forte. Não ter um diploma me fez muita falta. Não pude fazer um curso de Analista de Sistemas na empresa onde trabalhava, continuei como Programador de Computador, nível médio, salário médio...

Falando sobre diplomas não posso deixar de lembrar um outro amigo, que cursou Administração. Ele nunca fez uso prático desse diploma, mas argumentava que, por ter curso superior, se fosse preso teria direito a cela especial. Uma figura...

Meu amigo advogado tinha uma qualidade que eu admirava e invejava: era muito bom na cozinha. Não dá para esquecer a sopa de entulho que almocei em sua casa. E eu nem tinha ido lá para almoçar. Sabe aquele anfitrião chato que insiste até esgotar nossas evasivas? Pois é, acabei repetindo o prato.

Paulo era um apreciador de bebidas e de queijos finos. Chegando do trabalho saboreava seu uísque e seu queijo Camembert. Mas naquela noite teve que pedir ajuda à empregada, não achava o queijo.
- Ah, doutor Paulo, joguei no lixo. O queijo estava estragado.
- Meu Camembert!!! Putz!

É como o samba do Zeca Pagodinho: "Você sabe o que é caviar? Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar". Bem, Camembert eu comi, mas achei muito sem graça. Acho que de queijos finos não entendo e meus vinhos estão limitados a 25 reais. Mas eu chego lá.

1 comments:

15 de maio de 2010 19:53 Adão Braga disse...

Um diploma também me faz falta. Queijos finos, me lembor de uma senhora que pediu gorgonzola e depois foi reclamar que o queijo estava cheio de morfo. Passou vergonha com o dono do recinto.

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário