Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

O que seria a consciência negra?


Nefertiti, acima, e Cleópatra, abaixo, seriam as rainhas mais famosas do Egito antigo



Então se os egípcios eram negros, o que estaria fazendo Elizabeth Taylor no papel de Cleópatra? Dizem que a legendária beleza da egípcia foi fruto da imaginação dos romanos que queriam demonstrar que ela seduziu e corrompeu seus imperadores, que ela era uma devassa.
Dizem mais: que ela era negra, nariguda e que não tomava banhos de leite como no filme nem se suicidou picada por uma serpente.

Não pretendo aqui desenvolver nenhuma teoria sobre políticas de cotas raciais - melhor seria dizer cotas sociais -, nem estudar as origens do povo egípcio. Este artigo é apenas a narrativa do que acontece quando sigo um assunto na internet.

Meu amigo Doté Jorge pergunta
Onde está a Consciência Negra? e se pergunta, também, se valeu a pena essa suposta conquista. Eu respondo que o que se pretende, verdadeiramente, não é a igualdade mas sim evidenciar as diferenças, aumentar os muros raciais e sociais.

A Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, órgão da Presidência da República, há um ano, inaugurou um parque que custou R$ 2 milhões, mas até agora a estrutura não funciona. O memorial em homenagem a Zumbi erguido na Serra da Barriga em Alagoas, local que abrigou o Quilombo dos Palmares, está completamente abandonado.

Os discursos são bonitos e vazios. "O dia é resultado de uma série de mobilizações do movimento negro para ressaltar não apenas as contribuições culturais que os negros trouxeram ao país, mas para trazer à tona a reflexão sobre o papel de protagonismo que a população negra ocupou em nossa história", disse Giovanni Harvey, sub-secretário de Política e Ações Afirmativas da Secretaria.

Tendo pesquisado, sem entender como querem promover a Igualdade Racial, passei ao assunto seguinte, o Egito, antigo e moderno. Acredito que muitos leitores só conheçam esse país pelas pirâmides e a esfinge, também pelos filmes de Hollywood. Deixo aqui algumas cenas do Cairo às margens do Rio Nilo que capturei no Google Earth.

Muito se tem falado sobre a beleza das rainhas egípcias Cleópatra e Nefertiti, mas isso não deve ser levado muito a sério já que os artistas que reproduziam as imagens dos soberanos eram incentivados a dar uma "melhorada" na obra.


Fairmont Hotel e as torres gêmeas do Cairo - foto thieso5000

Restaurante flutuante no Rio Nilo - foto Alaeddin Faruki

Rio Nilo - foto farafir

4 comments:

22 de novembro de 2008 17:27 Lerdo em Surtar disse...

Eu sempre digo: "veja o que dizem os pergaminhos"! O fato é que nos desertos há suficiente areia para turvar a visão de qualquer historiador. Felizmente, tivemos a Elizabeth Taylor - um delicioso consenso para muitos pares de olhos na época. Agora, temos que apelar para a Angelina Jolie (que quase leva a Jenifer Anniston para a tumba sem faraó).

23 de novembro de 2008 09:06 mara* disse...

o que estaria fazendo elizabeth taylor, com seus magníficos olhos violeta, no papel da cleópatra é a mesma pergunta que eu sempre fiz em relação a um jesus cristo loiro e de olhos azuis apresentado pela igreja. basta pensar num judeu e num árabe, de pele escura e olhos negros, entre um e outro encontram-se o tipo físico dele. a igreja se serviu dos seus pintores para o representarem à maneira ocidental. o mesmo deu-se com tiradentes, apresentado nos livros escolares como o messias, um mártir de longas barbas e túnica branca. no dia do seu enforcamento, teve seu cabelo e sua barba raspada, com registram os autos da inconfidência.

24 de novembro de 2008 11:41 luzdeluma disse...

O homem não tem consciencia da própria existência. Ser negro é muito mais que ter a pele escura, a consciencia negra veio para que 'eles' relembrem e valorizem suas culturas passadas. A lei aurea veio mais tarde, para acabar com negros que se sentiam 'nariz em pé' por serem alforriados. Zumbi era um defensor das raízes africanas e abrigava no quilombo dos palmares todos os negros que por diferenças fugiam. Era um guerreiro que lutava pelos mais fracos. Mas porque lá em Alagoas eles não dão o devido valor? Beijus

24 de novembro de 2008 14:28 Tatiana Carlotti disse...

Beth Taylor não tinha nada de Cleópatra. Não da minha, aquela que se enrolou nua do tapetão do Marco Antonio. Cada um luta com as condições do seu tempo. Quanto ao Zumbi, está para nascer quem vai conseguir representá-lo...

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário