Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Qual o valor de uma enquete?

O brasileiro agora se entregou a uma singular tarefa: modificar a tendência de certas enquetes, não importa em que parte do mundo sejam feitas. Se um jornal italiano faz uma enquete "entre amigos" para eleger um jogador da Azzurra como expoente de alguma coisa, vão lá os brasileiros e botam um patrício na liderança e muito facilmente.

Se os argentinos resolvem eternizar Juan Manuel Fangio como maior piloto do automobilismo mundial, esquecem-se de que os brasileiros estão acesos e prontos para virar a tendência da enquete em favor de Ayrton Senna.

A pesquisa difere da enquete porque os participantes não podem manipulá-la, eles é que são os manipulados. A entidade que está pagando a pesquisa está pagando também pelo resultado. Mas há uma maneira de tentar desmoralizar uma pesquisa - promovendo uma enquete nos moldes do que está fazendo o Estadão sobre a "popularidade" do presidente Lula.

Uma dessas votações tinha por título - Você aprova o governo do presidente Lula? -, com a seguinte chamada:
A avaliação positiva de Lula subiu a 80,3% em dezembro e bateu novo recorde, segundo pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira, 15. A aprovação ao governo do presidente também atingiu porcentuais recordes e chegou a 71,1%.

Depois que votei, os resultados eram: 2.924 votos (43%) para o SIM e 3.848 votos (57%) para o NÃO, num total de 6.772 votos.

Uma nova enquete, Você votaria no candidato do presidente Lula em 2010?, está assim: 82.401 votos (41%) para o SIM e 120.530 votos (59%) para o NÃO, no total de 202.931 votos.

Na minha opinião os amigos do presidente Lula, que mantêm centenas ou milhares de blogs colocando em evidência as virtudes do seu ídolo de barro, deveriam ir lá votar. E evitar que, numa eventual queda, o ídolo deixe transparecer, qual caixa de Pandora, as maldades da companheirada.

5 comments:

20 de dezembro de 2008 12:45 Lerdo em Surtar disse...

Um lulista exacerbado é xiitamente frenético. Um gupo imenso pulula por todos os recantos da internet. O presidente Lula, para esses pirados, é como uma versão do velho e bom Dr. Spock (só que funciona invertido). O Lula é ilógico, ao contrário do personagem de Jornada nas Estrelas. Se tem enquete, tem lulista esperando as ordens sobre como revidar. Aguarda aí, Estadão!

20 de dezembro de 2008 17:47 Magui disse...

Eu não levo em conta o índice de popularidade do Lula porque a campanha a favor do governo é imensa nos meios de comunicação.Propaganda vende até CD de padre que não canta nada como vemos um tal de Padre Fábio que, dizem , vendeu 600 mil cópias este mes só com a prapaganda da TV Globo!...

20 de dezembro de 2008 21:06 mara* disse...

Trabalhei anos e anos com pesquisa de mercado e nos últimos anos tabulando para uma agência (pequena é claro, do interior de São Paulo) especializada em fazer pesquisa eleitoral. Existem diferenças básicas entre uma enquete e uma pesquisa. Na primeira não há a preocupação quanto a métodos estatísticos precisos. Numa pesquisa, é preciso que os resultados traduzam com exatidão a média das opiniões de diferentes grupos, por isso ela é feita para que cada grupo esteja representado proporcionalmente na abordagem da pesquisa.

Um abraço.

21 de dezembro de 2008 21:11 New disse...

Não acredito em pesquisas, enquentes. Tudo que pode ser manipulado, não dá credibilidade. Principalmente sobre esse assunto.
Ah, tem recado prá vc no Estúrdio. Qdo puder dê um pulinho por lá.
Aqui: http://esturdio.blogspot.com/2008/12/meme-do-rasgutlo_21.html
Beijos.

21 de dezembro de 2008 22:23 Tatiana Carlotti disse...

Luiz, dá uma olhada depois nos Atalhos, mudei tudo, queria sua opinião, sem enquetes, rs... Beijo! Tati

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário