Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Quem tem medo de José Sarney?

A jornalista Alcinéa Cavalcante, do Amapá, certamente que não. O senador a perseguiu e lhe moveu um processo por ela ter publicado em seu blog uma pintura, em um muro, que alguém fez contra o parlamentar. Houve também um comentário de um leitor descompromissado ofendendo o político, o que lhe causou grande irritação. Não sei qual foi o desfecho do caso, mas a jornalista mantém até hoje em seu blog o desenho feito no muro.

Dizem que morre o homem e fica a fama. Sarney, um dia, será tão falado quanto aquele personagem do livro A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água, de Jorge Amado. Era um defunto que foi tirado do seu velório pelos amigos de bebida, arrastado de bar em bar, sempre bebendo e até se envolvendo em brigas. Dizem que, num entrevero, em confronto com baderneiros, bateu mais que apanhou. Aliás, já corre na Praça João Lisboa, no Maranhão, uma piada contada pelos fogosos frequentadores do Largo em frente aos Correios.


SARNEY E O DIABO

Em uma de suas viagens no jatinho do "laranja" dono de uma faculdade maranhense, Sarney com aquele pijama de seda, fazia a leitura diária de seu Maquiavel em um aposento privativo do avião. No mesmo vôo, vinha sua assessoria e os puxa, quando em dado instante, eis quem aparece, ele mesmo, o capiroto. Nesse instante, para não perder a viagem, o coisa ruim disse que o jato ia cair e todos iriam morrer e começou a fazer o avião balançar muito. Apavorados, os assessores foram até a cabine onde se encontrava o tranquilo chefe e contaram o que estava acontecendo. Zangado, o Senador saiu do cômodo e foi ter com o capa preta e perguntou-lhe:

Sarney: você sabe quem sou eu?
O diabo: sim, o Sarney.

Sarney: você sabe quem mandou prender o Zé Reinaldo usando seu prestigio junto a justiça e até a PF para satisfazer os caprichos de uma filha mimada?
O diabo: Com certeza, foi Vossa Excelência.

Sarney: você sabe quem manda no Amapá e até no desafeto Capiberibe?
O diabo: é o Senhor.

Sarney: você sabe quem não deixou o atual Governador do Estado do Maranhão trabalhar e irá tirá-lo do cargo no tapetão?
O diabo: O senhor é fogo, não há dúvida que é o senhor.

Sarney: você sabe quem manda no Lula e em meia duzia de petistas?
O diabo: O Senhor é claro.

Sarney: você sabe quem mandou durante quarenta anos no Maranhão, transformando-o no Estado mais pobre do Brasil e tem o menor IDH do País. Construiu também um mausoléu num lugar que era do Estado só pra satisfazer seu ego?
O diabo: É demais, foi Vossa Excelência.

Sarney: sabe quem dá as cartas na Eletronorte, BNDES, Ministério das Comunicações, Correios, Petrobrás e tem grandes influências em quase todos os Ministérios e na Câmara dos Deputados?
O diabo: não tenho dúvidas que é Vossa Excelência.

Sarney: você sabe quem é sócio de um Banco em Miami, foi sócio do ex Banco Santos, é sócio de uma Indústria de automóveis na Índia, sócio de um grande hospital, de um shoping e de dois prédios na avenida mais movimentada de São Luís, além de possuir vários quadros famosos e livros raros em uma ilha?
O diabo: isso nem eu sei dizer de quem é, mas na dúvida... acho que é de um senador...

Sarney: sabe quem Ricardo Murad chama de painho e toma a benção todo dia por telefone antes de sair de casa?
O diabo: francamente, é o senhor.

Sarney: você sabia que agora sou Presidente do Senado só para abafar uma investigação da PF e tirar o Tasso Genro, tudo isso pra mostrar pro Lula quem manda?
O diabo: tu és pior que eu, porra!

Sarney: sabe quem possui o maior império de comunicação do Brasil para manipular pessoas em um Estado que tem um dos maiores índices de analfabetismo do país?
O diabo: cruz credo, és tu.

Sarney: sabes quem é meu genro?
O diabo: vou enfartar...

Sarney: Se liga, se eu morrer, com certeza, vou pro inferno.
O diabo: sai pra lá coisa ruim.

Nesse instante o capiroto sumiu e o avião voltou a não mais balançar e tudo ficou como antes. Moral da história. Até o diabo tem medo do que Sarney pode fazer no inferno. Que coisa!

6 comments:

20 de fevereiro de 2009 02:00 Adao Braga disse...

O coisa ruim tá em maus lençois quando todos irem chegando lá

20 de fevereiro de 2009 19:25 Lerdo em Surtar disse...

O diabo precisa se reciclar, é o que parece. Estão tomando o cargo de perseguidor que pertencia ao chifrudo. Mas eu não tenho pena do diabo tentador de tantos milênios! Do que eu tenho medo é dessa coisa de dizer que "o que se faz aqui, paga-se aqui". Com o diabo rejeitando esses políticos, eles vão ficando pra "pagar" quando? Não dá nem gosto mais de malhar o Judas na época da Páscoa! Ôôô trem ruim, né não?

21 de fevereiro de 2009 16:49 Balinha de Menta disse...

Oi Luiz, tudo bem?
Adorei o papo de sarney com o coisa ruim, só vc mesmo prá fazer um post tão afiado!
E o carnaval? Vai viajar?
Bjs, Balinha.

25 de fevereiro de 2009 03:16 New disse...

Oiêee!
Não consigo me acostumar com Feeds, Acompanhamento de blogs ou seja lá o que mais inventem. É muito sem graça. Se a gente não der um jeitinho de vir, dá a impressão que abandonamos o amigo.
Bem, estou aqui e voltarei mais vezes, pode apostar.
Beijos e um bom resto de semana.

25 de fevereiro de 2009 09:39 rebloggando-requeri disse...

ótima esta entrevista.
quanto ao recurso pra volta dos seguidores, eu já tinha recebido e fiz. obrigada. se sumirem de novo a gente recupera. isso aconteceu pq o google vai mudar prum "openid" de seguidores. eu ja instalei e se vc quiser me seguir por ele tb, já estou adiantando pro google. obrigada.

3 de março de 2009 16:02 Divã do Masini disse...

Olá Luiz.

Se até o coisa ruim tem medo dele... é melhor não abusar da "bondade" do coroné.

Parabéns à jornalista Alcinéia. Também não sei o desfecho (e se é judicial do caso), por isso, é fácil parabenizá-la.

Estava cá pensando sobre os processos judiciais. Hoje está perigoso escrever sobre qualquer pessoa, escrever contra, criticando-as, principalmente as públicas - mesmo que estas tenham feito em seus cargos (comprovadamente) o que se faz no banheiro... agora, escrever a favor é sempre bem-vindo, vira ponto a favor e clipping da assessoria de imprensa.

Por outro lado, quem sabe assim - com os processos comendo solto - blogueiros não começam a nivelar por cima os conteúdos de seus espaços.


abraçossssssss

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário