Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Mais um alto funcionário falto de visão

Eu me lembro agora das eleições do "homem de visão do ano". Certamente muitos "gente fina" do governo Lula não estariam habilitados. Pelo contrário, fariam jús, isto sim, a uma frequente consulta a um bom oftalmologista.
Vejam essa: O fiscal da Superintendência da Agricultura e Abastecimento na Bahia, Jorge Pinheiro, usou o cartão corporativo para pagar uma conta de R$ 148 em uma casa norturna em Salvador, na Bahia, chamada Tchê Bar Night Club no dia 10 de março de 2005. De acordo com vizinhos, o local realiza shows de striptease.
Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o fiscal informou, por telefone, que cometeu um "equívoco", mas que devolveu o dinheiro. "Por equívoco, eu utilizei o cartão, que não era para ser usado porque não estava viajando. Usei de forma equivocada porque ele (o cartão) é totalmente igual ao meu cartão particular", disse. O fiscal atribuiu o "equívoco" à má iluminação do local.

A ex-ministra Matilde Ribeiro e o comedor de tapioca, ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., também batem mal de visão, confundem alhos com bugalhos.

Era como se dizia quando eu era militar: "explica mas não justifica".
E me engana que eu gosto.

2 comments:

17 de abril de 2008 22:31 Ricardo Rayol disse...

pelo jeito eles deveriam mesmo é gastar em óticas.

19 de abril de 2008 17:58 Adao Braga disse...

Acredito que vai aparecer uma propaganda deste dito cartão, que se parece com este cartão corporativo.

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário