Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Sítio Solidão

Alguém hoje, às 2 de la matina, na distante cidade de Manaus fez uma pesquisa com as palavras "sítio solidão" e entrou no meu post A sexta-feira não te pertence. Há uma leve referência ao laticínio de Miguel Pereira nesse post. A primeira ocorrência na busca é a página do Sítio Solidão.
Como a Ariane, do Templates para Novo Blogger, disse que o título é importante para o motor de busca e como eu estive tirando umas fotos da queijaria nesta sexta-feira, creio que vou para o topo nas próximas pesquisas por Sítio Solidão.
Primeira foto: queijos parmesão na câmara de cura. Cada prateleira possui três filas de queijos. As peças da foto já estão estocadas há seis meses; ficarão mais seis meses antes de serem comercializadas. Tentarei encontrar entre os meus fregueses alguém que se disponha a pagar R$ 8,00 por 100 gramas desse queijo. Poderei disponibilizar, para acompanhar, um Casa Valduga Premium Cabernet Sauvignon na faixa de R$ 30,00 ou um Casa Valduga Cabernet Sauvignon Gran Reserva por R$ 55,00 ou ainda um Pizzato Tannat ao custo de R$ 27,00, todos tinto seco. Não se aceita cartão corporativo. Deus me livre dos companheiros.

Segunda foto: Laboratório, para investigar o DNA do leite. Ao fundo à direita a capela asséptica, imune a germes patogênicos. Não é qualquer laticínio que tem um laboratório nesse padrão. Aqui se garante o que você consome.


Terceira foto: Tanque de processamento do leite. Imaginem a quantidade do produto aí existente. O leite é homogeneizado pelas ferramentes imersas no líquido, girando lentamente. Lá fora existe um gráfico indicando a quantidade de leite e a temperatura sob a qual o leite é pasteurizado. Esse gráfico é enviado regularmente aos órgãos fiscalizadores competentes. Mais não sei detalhar já que não pude ter o assessoramente do Luiz, dono do laticínio, que no momento estava por demais assoberbado com decisões administrativas da firma.

Reparem que todas as janelas e portas são envidraçadas. Não há espaço nem para adentrar o mosquito da dengue. Todos os funcionários têm uniforme branco, bota de verlon branca, touca branca e máscara bucal... branca. Por uma deferência do Luiz pude entrar em trajes "profanos" para tirar a foto.

Quarta foto: Pátio de carga e descarga. Um funcionário devidamente paramentado, caixas de transporte do leite e a porta de entrada com um pequeno recipiente com àgua para limpeza das botas. Vê-se também os dutos de vapor e leite. Vou perguntar ao Luiz, depois faço as correções.

Não deixe de procurar os produtos do Sítio Solidão nas melhores delicatessen do Rio de Janeiro. E pelo que eu pude hoje verificar, também em Manaus.

2 comments:

16 de abril de 2008 00:13 Belcrivelli disse...

Também já observei que muitas pessoas entram em meu blog procurando por uma coisa e, quando se deparam com outra, vão embora...

16 de abril de 2008 00:18 Belcrivelli disse...

Adoro queijo!
Deu vontade de provar!

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário