Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Indignação

Meu amigo Vanderlei está indignado, muito indignado. E eu lhe agradeço porque ele confere ao meu blog um merecimento e capacidade de repercutir que este espaço realmente não possui. Assim, me solicitou que repassasse aos meus bem contados 50 leitores uma nota publicada dia 25 de maio pelo jornal O Dia a respeito do modo como votaram 25 deputados federais eleitos para defenderem os interesses... do povo, os interesses dos eleitores mas que, na "hora do vamos ver", preferem cuidar dos seus interesses. Mateus, primeiro os teus. Fico confortado de que, pelo menos nesse episódio, não há ninguém do PDT.

Diz a nota: "A Faaperj divulgou a lista de deputados federais do Rio que, em 7 de maio, não apoiaram a votação da emenda à MP 421 que dava o mesmo índice de correção ao mínimo e demais benefícios do INSS: Alexandre Santos (PMDB); Antônio Carlos Biscaia (PT); Carlos Santana (PT); Chico D'Angelo (PT); Cida Diogo (PT); Deley (PSC); Edmilson Valentim (PCdoB); Eduardo Cunha (PMDB); Eduardo Lopes (PSB); Felipe Bornier (PHS); Fernando Lopes (PMDB); Filipe Pereira (PSC); Geraldo Pudim (PMDB); Hugo Leal (PSC); Jorge Bittar (PT); Léo Vivas (PRB); Leonardo Picciani (PMDB); Luiz Sérgio (PT); Marcelo Itagiba (PMDB); Neilton Mulim (PR); Nelson Bornier (PMDB); Pastor Manoel Ferreira (PTB); Simão Sessim (PPS); Suely (PR) e Vinicius Carvalho (PTdoB)".

Incrível, são sempre os mesmos.
O deputado da minha área, que consta dessa relação, é o combativo e eficiente parlamentar Simão Sessim que, durante várias legislaturas tem sido uma das vozes ativas dos nilopolitanos no Congresso Nacional.
Certamente que seus eleitores não votaram nele apenas pela sua eloquente oratória ou por uma daquelas fortuitas facilidades com que os políticos costumam obsequiar alguns de seus colaboradores. Mas os eleitores não são indivíduos isolados; compõem uma faixa da sociedade e, no momento, o sr. Simão Sessim está se esquecendo da faixa de aposentados. Cumpre que cada eleitor lembre a ele os compromissos assumidos na última eleição.
Em 2010 haverá nova caça aos eleitores e virão as mesmas promessas. O sr. Sessim irá às ruas do município distribuindo apertos de mão e sorrisos para a população.

Será que ele conta com a falta de memória, no geral, do povo brasileiro?

2 comments:

2 de junho de 2008 21:11 Magui disse...

A maioria do povo sequer tem informação.Que se dane o povo , ainda mais aí no Rio com essa corja na política.Vcs sofrem, meu Deus!!!!

3 de junho de 2008 14:07 Ricardo Rayol disse...

só que até lá tudo será devidamente esquecido.

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário