Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Tem gente que só pensa naquilo

ou, Cientificamente geladas

Eu poderia manter o blog apenas publicando os e-mails recebidos dos amigos, mensagens, quase todas, tratando de matérias de alta relevância. O presente e-mail circulou num grupo do Yahoo, do qual sou membro e contém alguns comentários da turma.

"Como especialista, você concorda com o processo abaixo?"
"Provavelmente todos já conhecem, mas a matéria é tão importante que não custa relembrar".
"A melhor marca de cerveja é composta de copo limpo e líquido gelado".
"Depois desta dica, não aceito mais beber cerveja quente. Pres'tenção!"
"Este é o melhor e-mail do ano..."

Realmente, tem gente que só pensa naquilo...

Meus amigos são altamente confiáveis, mas nada como matar a cobra e mostrar a cobra morta. Então transcrevo o artigo original escrito pelo jornalista Pedro Burgos com as competentes fotos ilustrativas, tudo publicado na revista VIP - o prazer de ser homem. E as mulheres peladas, onde estão? Compre a revista, seu tarado.

Conheça o melhor método para resfriar a cerveja antes do apito do juiz

O clássico promete, o carvão já está na churrasqueira e a galera chega com litros e mais litros de cerveja. Vergonhosamente quente. Como gelar a breja antes de a bola rolar? Nós fomos buscar a ajuda do professor Cláudio Furukawa, do Instituto de Física da USP, para responder a essa questão crucial. Aliás, gelar é modo de dizer. “A melhor temperatura para tomar a Pilsen, a mais comum por aqui, é de 2 a 4 graus. A -5 graus ninguém sente o gosto”, afirma Fabiano Bellucci, beer sommelier do bar Frangó (São Paulo). Conheça os métodos testados, o grande vencedor e corra para o abraço.

O método clássico é mais rápido que colocar a cerveja em uma geladeira e melhor que botar no freezer, já que no isopor ela não corre o risco de congelar. Para acelerar um pouco o processo, vale colocar um pouco de água. Outra dica: as latinhas resfriam mais rápido, mas também esquentam mais depois de abertas do que as garrafas long neck.
Para cada saco de gelo, coloque dois litros de água, meio quilo de sal e meia garrafa de álcool. A água aumenta a superfície de contato, o sal reduz a temperatura de fusão do gelo (ele demora mais para derreter) e, por uma reação química, o álcool rouba calor. Os físicos chamam o líquido de “mistura frigorífica”.

GELO, ÁLCOOL SAL E ÁGUA
O extintor e o nitrogênio líquido são ultra-rápidos e inegavelmente bacanas, mas um é caro e o outro pode ser inacessível. Já a mistura frigorífica é barata e a cerveja fica em ponto de bala em 3 minutos– não é nenhum sacrifício esperar, né? Um alerta: como a água fica muito fria, não é bom esquecer as latas e garrafas no isopor, porque depois de meia hora estarão tão estupidamente geladas que nem vai dar para sentir o gosto da bebida. Lembre-se também de lavar a latinha ao tirá-la da mistura. Se você insistir em usar o extintor, saiba que o usado nos carros não serve, pois tem um pó tóxico.

3 comments:

12 de junho de 2008 16:10 Ricardo Rayol disse...

absolutamente pertinente e relevante, anotadissimo.

12 de junho de 2008 17:06 olivia carromeu disse...

Alas eu não sabia dessa dica, achei super legal, eu também anotei e já repassei para o povo aqui.

16 de junho de 2008 08:43 Alessandra disse...

Do Gelo e do Álcool eu sabia, mas a parte do sal vai melhorar e muito meu aprendizado em como tomar minhas brejas geladinhas!!!
Bjims!!!

http://sanidadeinsanidade.blogspot.com

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário