Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

O Vasco é um celeiro de craques

O Vasco da Gama, o gigante da colina, completa hoje 110 anos de glórias
P-A-R-A-B-É-N-S!


Foto site SUPER VASCO

Queria falar dos grandes craques que já defenderam nossas cores, principalmente daqueles formados nas divisões de base do clube, atletas promissores mas que, graças a um crime de lesa-majestade, como essa estapafúrdia Lei Pelé, as jovens promessas são entregues prematuramente aos abutres do futebol internacional.
Não cabe aqui enumerar esses atletas já que o espaço do post seria insuficiente. Então citarei apenas o nome da atualidade, uma atleta que hoje disputou uma medalha de ouro, mas cujas súplicas, envoltas de perplexidade, não foram ouvidas pelos céus, já que a bola, como dizem os teóricos do absurdo, não quis entrar.

Fonte: NETVASCO (o site de futebol mais lido no Brasil e o quarto no mundo)

A jogadora de futebol Marta, considerada pela Fifa a melhor do mundo em 2006 e 2007 e principal estrela da Seleção Brasileira que nesta quinta-feira (21/08) conseguiu "apenas" a medalha de prata olímpica contra os Estados Unidos, iniciou sua vitoriosa carreira no Vasco da Gama. Ela chegou ao clube aos 14 anos, vinda do interior de Alagoas, e morou por dois anos na concentração do clube.

A treinadora do time de futebol feminino do Vasco na época, Helena Pacheco, que comentou os jogos da modalidade para a TV Globo nestas Olimpíadas, relembrou a época de Marta como atleta do Vasco:

"Eu a recebi com 14 anos. Ela era uma menina muito responsável. O primeiro pagamento que ela recebeu, mandou todo para a mãe dela. Era um diamante bruto, só precisou ser lapidado um pouco para ser campeã. Também tinha muitas jogadoras no Vasco, Pretinha, Sissi, o que ajudou. Ela foi muito forte ao ir para a Suécia tão nova. Você pode ver que mesmo no masculino eles não agüentam, vão, depois voltam. Ela foi e ficou", disse Helena Pacheco.

Pelo Vasco, Marta se sagrou campeã brasileira Sub-19 em 2001. Ela joga atualmente no Umeå IK, da Suécia.

2 comments:

21 de agosto de 2008 19:20 adao braga disse...

Repito: prefiro mil vezes jogar mal e ganhar, do que jogar bem e perder. A sensação e o sentimento de injustiça aumenta!

21 de agosto de 2008 20:43 Lerdo em Surtar disse...

Já dizia Pelé explicando a razão de estar deixando os clubes brasileiros para ir treinar o Cosmos nos EUA:
.........
- “no futebol brasileiro, enfrentavas co.e.so prejuízo, um após o outro".
.........
.........
Fonte: Como Comentar Futebol, Mesmo Sendo Leigo Quase Perdendo os Amigos

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário