Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

O Ego e o Alter Ego

Buscando subsídios no dicionário Houaiss:
1 um segundo eu; substituto perfeito
2 grande amigo, pessoa em quem se pode confiar tanto quanto em si mesmo
3 outro aspecto do próprio ego

Se esse conturbado alter ego tomasse a iniciativa de dirigir minhas ações, qual Dr. Jekyll e Mr. Hyde, eu preferiria que fosse inteligente o bastante para me safar das agruras que é desvendar o caminho das pedras na internet. E que tivesse um dom natural para ganhar dinheiro.
"Você fica irritado toda vez que o Altavista devolve 30 mil indicações para uma inocente pesquisa que você fez? Então você é um dos milhões de usuários da Internet que gostariam de ter um auxiliar digital inteligente (um alter ego) para ajudar na tarefa cada vez mais insana e devoradora de tempo que é "navegar" na Internet". Renato M.E. Sabbatini escreveu o entre aspas acima em meados de 1996. Troque aí, Altavista por Google.

Infelizmente, como na história de Robert Louis Stevenson, o alter ego comete alguns pecados e não há de ser o ego quem tenha que segurar o sanhaço. Quem faz é que paga.
Naturalmente, estou falando do Lobinho, o filho do Lobão, o senador que vai (vai?) a ministro.
Se o senador Edison Lobão (PMDB-MA) assumir o comando do Ministério de Minas e Energia, o seu filho e suplente, o empresário Edison Lobão Filho (DEM-MA), assumirá a vaga do pai com dois problemas: a acusação de usar laranja para ocultar dívidas e uma representação, que tramita no próprio Senado, apontando suposta irregularidade na concessão de rádio e TV de suas empresas.
A acusação de que Lobão Filho transferiu ações de uma empresa de bebidas para o nome de uma empregada doméstica, usada como laranja, levou o PSDB e o DEM a pedirem explicações.
Lobão pai já saiu em defesa do filho. Como sempre, tudo é intriga da oposição. Eu estava um tanto distraído escrevendo outro post quando ouvi a fala do Lobão reproduzida na Rádio CBN, mas foi algo como - "o que passou, passou. O futuro senador Lobinho é pessoa de moral ilibada. Quem pode ter cometido algum pecadilho terá sido o empresário Edison Lobão Filho, coisa de pequena monta, irrelevante".
Agora eu quero saber duas coisas: nesse imbróglio, quem é o Dr. Jekyll, quem é o Mr. Hyde; e como fica a situação dos três porquinhos?
O texto em vermelho foi retirado do blog do Reinaldo Azevedo.

6 comments:

16 de janeiro de 2008 18:52 Lerdo em Surtar disse...

Uma face que é o reverso da outra.
Um Superman em conflito com o seu Bizarro.
Um filho que rompe uma sucessão de informações transmitidas geneticamente, contradizendo o ditado: "filho de peixe, peixinho é".
Bem, quando se trata da nossa política e de seus atores... nada disso se aplica.

16 de janeiro de 2008 21:32 Ricardo Rayol disse...

Ora, ele está sendo apenas coerente com os nobre$ principio$ que rondam o $enado.

16 de janeiro de 2008 23:11 requeri disse...

oi lu, nem tive tempo de vir aqui hj com aquela mudança toda ... a gente ficou vesga ... to que é só o pó ... desde as nove da manhã .... beijo. aqui continua tudo de bom. adoro essa coisa de alter ego. o meu é a rebordosa somos unha e carne ... rsrs ...

a resp: eu bati palmas o dia todo ... mas, quer saber??? to um pouco sabidinha ... ela mesma concluiu ... gostou???

17 de janeiro de 2008 01:37 Adao Braga disse...

Talvez, nem seja mais possível separar quem é o "médico e o monstro" entre eles, e já tenha se transformado num ser mistico, ainda não decifrável.

17 de janeiro de 2008 07:33 Mara* disse...

estão mais para o clássico desenho animado Bob pai e Bob filho, onde um é a imagem e semelhança do outro. e nós seguimos no eterno papel do palhaço Bozo Bozoca Nariz de Pipoca.

beijão saudoso

16 de abril de 2008 00:04 Belcrivelli disse...

Dize-me com quem andas e eu te direi quem és: és tudo farinha do mesmo saco!

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário