Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Quanto custa uma escola de ensino fundamental?

O governo do Rio anunciou nesta quarta-feira a aquisição de um helicóptero Huey 2, da empresa Bell Helicopter, por R$ 8 milhões. O equipamento tem capacidade para seis atiradores, é blindado e pode transportar um total de 15 pessoas. O equipamento já ganhou o apelido de "caveirão do ar".

Brizola governou o Rio de Janeiro de março de 1983 a março de 1987, depois, de março de 1991 a abril de 1994. Em seu primeiro mandato Darcy Ribeiro, que era o vice-governador, idealizou os Centros Integrados de Educação Pública, os CIEPS, escolas que funcionavam em horário integral tendo os alunos alimentação completa supervisionada por nutricionistas, prática de esportes e de leitura e tratamento odontológico.

Naquela época não havia a malfadada reeleição e, entre os dois governos de Brizola, aconteceu o desgoverno do gato angorá Moreira Franco amigo de Sarney, que se elegeu abraçado ao bigodudo presidente de triste memória, da inflação de 85% ao mês; toda semana havia reajuste de preços. E apesar de ter ludibriado os eleitores com a promessa de dobrar a construção dessas escolas, Moreira abandonou-as criminosamente e os CIEPS, em grande número, passaram a ser moradia de mendigos.

As crianças que nasceram quando Brizola deixou o governo devem ter agora seus 15 anos. Já que elas não puderam ter uma educação regular,  serão "educados" agora com o caveirão do ar que o governador Sérgio Cabral comprou para "ensiná-las".
À propósito, quanto custa uma escola para os cofres do governo?

4 comments:

25 de setembro de 2008 02:38 New disse...

Pois é meu querido amigo. Escola não parece, não é mesmo?
Beijos e boa quinta prá você.

25 de setembro de 2008 15:06 Adao Braga disse...

O problema de se investir em Escola é que Escola é semelhante a casamento, nunca se deixa de gastar com elas. Todo dia, toda semana, todo mês, todo ano, por todos os dias da eternidade da existÊncia se pagara pelo eles.

25 de setembro de 2008 20:27 Carlos disse...

O pior é que deixar as crianças se tornatem pessoas sem ensino brigadando por sub empregos pelo país custa muito mais caro que tudo isso.

É triste pensar a que ponto chegamos, é um absurdo pensar em colocar atiradores dentro da própria cidade.

Obrigado pelas dicas lá no meu blog, valeu a atenção.

25 de setembro de 2008 23:51 Carlos Emerson Jr. disse...

Concordo e ainda acrescento minha dúvida: a política de segurança pública do Cabral é dar tiro em bandido, não é ? Só que isso é como enxugar gelo, nunca termina... Foi prá isso que elegeram esse mauricinho ???

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário