Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Querida, a culpa é do alelo 334


Ou, tem culpa eu?

Mais uma infame pesquisa vem colocar os pingos nos is trazendo uma tábua de salvação (???) para muita gente fina. Imaginem que descobriram que esse negócio de infidelidade é apenas uma questão de genética. Bem que eu desconfiava que meu pai andava pulando a cerca.

Eis um trecho do que li no Yahoo Notícias. Você pode ir lá para pegar o habeas corpus preventivo. Mas cuidado com o batom na cueca. Aí nem a morte te salva.

Um estudo do Instituto Karolinska de Estocolmo afirma que um dos culpados pela infidelidade dos homens é um gene, o alelo 334, que administra a vasopressina, hormônio que se reproduz naturalmente através, por exemplo, dos orgasmos.

Desta forma, os homens que possuem esta variante do gene dificilmente conseguiriam manter uma relação estável, diz o estudo dos cientistas suecos divulgado ontem.

Para os infiéis que sempre buscam uma desculpa, o estudo pode levar a uma razão científica para este comportamento: "Amor, a culpa é do alelo".

9 comments:

3 de setembro de 2008 18:09 merthiolatedigital disse...

Oi
Tô conhecendo seu blog agora e gostei muito !
Vou voltar sempre !

Beijos

3 de setembro de 2008 19:46 Lerdo em Surtar disse...

Olha isso aí...! Foi justamente na Hector Hereeye Foundation que um visitante proferiu interessante palestra sobre o tema, tempos atrás. Na ocasião, nós o incentivamos a seguir com a pesquisa. Fomos buscar essa informação somente para constar, mas o estudo do feronômio já explicaria parte do ímpeto masculino de pular a cerca, isso notadamente quando do outro lado as curvas são muitos sinuosas. Maiores informações, na obra "O Homem, Esse Ser Visto do Outro Lado" (autoria do Mago Ykhro).

3 de setembro de 2008 23:23 Balinha de Menta disse...

Passei pra te deixar um abraço e prá dizer que será que batemos nesse caso, no velho ditado "os fins justificam os meios?"
Os alelos,aí, são uma boa desculpa...
Beijos, Balinha.

4 de setembro de 2008 02:04 Tatiana Carlotti disse...

Pronto, agora até pra isso tem justificativa. Na minha terra esse tal de alelo tem outro nome! Esses suecos... Beijo!

4 de setembro de 2008 13:44 Adao Braga disse...

Disseram ter encontraram um gene da obesidade;
Um gene da homossexualidade;
Agora o gene da infidelidade;

Falta aparecer a igreja. Uma igreja ligada a ciência que vai banir de vez os gordos, os homossexuais e os infiêis.

Tudo por meio da ciência e da fé: seu filho nascerá sem estes males.

7 de setembro de 2008 23:47 Belcrivelli disse...

Era só o que faltava: desculpa científica para infidelidade masculina!

8 de setembro de 2008 17:49 Olívia Carromeu disse...

Nossa, pra tudo eles arrumam desculpas! Eu tínha lido essa matéria, na hora até achei que era uma pegadinha do malandro.

15 de julho de 2009 13:51 Anônimo disse...

Que gene que nada, tudo desculpa esfarrapada, isso é questão de caráter!!!!!!!!! Humpfff
Os homens sempre tentando defender a infidelidade...
Estudo pobre, tanta gente morrendo de doenças sem cura, pq não se ocupam com isso????

15 de julho de 2009 14:05 Luiz Lailo disse...

Anônimo, certamente você é uma anônima, com pouco senso de humor...

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário