Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Mais uma pesquisa (in)útil

UOL Últimas notícias
Alguns teclados de computador têm mais bactérias do que o assento de uma privada, segundo uma pesquisa realizada por uma revista britânica.
A revista Which? Computing afirma que testes realizados em computadores do escritório da empresa em Londres encontraram germes e bactérias que poderiam causar infecção alimentar.

Dos 33 teclados analisados, quatro foram considerados potenciais riscos à saúde e um tinha cinco vezes mais germes do que o assento da privada do banheiro do escritório. Um microbiologista deu ordens para que o teclado fosse retirado do local, mantido em quarentena e limpo.

"Se alguém tem um resfriado no escritório, ou mesmo uma gastrenterite, há muitas chances de que você vá pegar a doença por meio do teclado", disse o pesquisador.
Segundo a revista Which? Computing, uma das causas para teclados tão sujos é o fato de que usuários cada vez mais comem enquanto usam o computador.
Isso é verdade. Já destruí um teclado quando um copo de cerveja virou em cima dele.

Maus hábitos, como não lavar as mãos depois de ir ao banheiro, também contribuem para o problema, de acordo com os pesquisadores. No ano passado, uma pesquisa realizada pela Universidade do Arizona concluiu que, em média, uma mesa de trabalho tem 400 vezes mais bactérias do que um assento de privada.

Eles também descobriram que as mesas das mulheres têm de três a quatro vezes mais germes do que a dos homens.

Esse último parágrafo não tem meu beneplácito. Me parece publicidade discriminatória. Reclamem com a Secretaría Especial de Políticas para as Mulheres e com a super Ideli Salvati.

3 comments:

1 de maio de 2008 20:10 Lerdo em Surtar disse...

Essa última ressalva em azul, sobre o parágrafo com o qual não concorda, é bem importante no contexto. Nós homens conhecemos mais motivos para cautela uns com os outros. Essa pesquisa pode ser classificada como "meio-que-útil", porque só não se sabe como evitar o risco quando o PC tem muitos usuários a operar o teclado. Já havia tomado conhecimento porque sou um assinante de revistas de informática e tecnologia (além de newsletters, boletins digitais).

2 de maio de 2008 01:26 Adao Braga disse...

Aqui em casa estas bactérias são todas familiares.

Tô nem ai!

4 de maio de 2008 23:01 Belcrivelli disse...

Não é só teclado de computador que reune uma grande quantidade de microorganismos. Pense na mão como veículo de disseminação de germes. Tudo o que é manipulado por muitas pessoas há mais chances de ser utilizado por quem não lava as mão adequadamente e, portanto, deve estar impregnado de bactérias. Assim sendo, pense em tudo o que você coloca a mão e é público: gancho de telefone, corrimão de escada, botão de elvevador, maçaneta de porta, dinheiro, etc. É tudo contaminado, em maior ou menor grau! Por isso, devemos sempre lavar as mãos ao chegar da rua, após usar o banheiro e antes de comer!

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário