Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

ESSELENTÍSSIMO JUIZ

Recebido há pouco por e-mail.
Ao transitar pelos corredores do fórum, o advogado (e professor) foi chamado por um dos juízes:
- Olha só que erro ortográfico grosseiro temos nesta petição.
Estampado logo na primeira linha do petítório lia-se "Esselentissimo Juiz". Gargalhando, o magistrado lhe perguntou :
- Por acaso esse advogado foi seu aluno na Faculdade?
- Foi sim, reconheceu o mestre. Mas onde está o erro ortográfico a que o senhor se refere?
O juiz pareceu surpreso:
- Ora, meu caro, acaso você não sabe como se escreve a palavra Excelentíssimo?
Então explicou o catedrático:
- Acredito que a expressão pode significar duas coisas diferentes. Se o colega desejava se referir a excelência dos seus serviços, o erro ortográfico efetivamente é grosseiro. Entretanto, se fazia alusão a morosidade da prestação do serviço jurisdicional, o equívoco reside apenas na junção inapropriada de duas palavras. O certo então seria dizer: "Esse lentíssimo juiz".
Depois disso, aquele magistrado nunca mais aceitou o tratamento de "Excelentíssimo Juiz", sem antes perguntar:
- Devo receber a expressão como extremo de excelência ou como superlativo de lento?

7 comments:

27 de maio de 2008 23:08 Lerdo em Surtar disse...

Convivo no dia-a-dia do trabalho com advogados. Genial, essa aí do superlativo.
......
Já percebi que o lema do advogado deveria ser: "admitir sempre, render-se jamais".
......
Fonte: Esse Lentíssimo Raciocínio Meu.

27 de maio de 2008 23:29 abb disse...

uma boa maneira de destratar!

28 de maio de 2008 17:53 Ricardo Rayol disse...

Isso que eu chamo de estilo

28 de maio de 2008 21:53 Belcrivelli disse...

Adorei! É a vergonhosa realidade temperada na forma de piada.
Resta aos leitores a dúvida: rir ou chorar.

29 de maio de 2008 00:23 Mara* disse...

sinto muito pelo teu vaishco, mas como bom pernambucano você não deve estar muito triste...amanhã volto com mais tempo.
beijão

30 de maio de 2008 18:01 Moura disse...

Acredito que seja uma questão de morosidade, mas que seria essa tal morosidade, por acaso seria a junção de "moro" na "cidade" com um erro ortográfico!?!?!
Bem, se é isso não sei, o que sei é que este post é bem interessante, e por isso tenho visitado este blog.
Parabéns pela postagem.

4 de junho de 2008 22:58 NELMA LIMA disse...

Legal essa postagem! Divertida... Parabéns!

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário