Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Assuntos pendentes - dinheiro do dossiê

Uma operação conjunta entre a Polícia Federal do Rio Grande do Norte e a Divisão de Repressão a Crimes contra o Patrimônio de Brasília, no Distrito Federal, prendeu 5 pessoas e recuperou no domingo R$ 443 mil dos R$ 150 milhões furtados do Banco Central de Fortaleza, no Ceará, em agosto de 2006.
Acima a foto de parte dos R$ 443 mil recuperados.

Como é de praxe, a Polícia Federal sempre exibe as fotos de armas ou dinheiro apreendidos. Porém, um mês depois, houve o caso do dossiê das ambulâncias e a PF apreendeu um dinheiro na mão de um pessoal "de cima", "da casa". E o então ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, apressou-se em dar o abafa nas fotos.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, rei da Ética, em entrevista à "Rede Globo", afirmou que não sabia de onde veio o dinheiro que seria usado para o dossiê nem o conteúdo do documento. Segundo Lula, o que aconteceu foi "imoral" e deve ser investigado a fundo. "Eu só quero apurar tudo e explicar a partir de um relatório e um veredicto final", acrescentou o presidente.
O dinheiro foi apreendido pela PF no dia 15 de setembro. Os cerca de R$ 1,75 milhão (US$ 248,8 mil mais R$ 1,168 milhão) estavam com os petistas Gedimar Pereira Passos e Valdebran Padilha. Os dólares e os reais, como mostram as imagens do circuito interno de televisão do hotel, teriam sido entregues aos dois por Hamilton Lacerda, ex-assessor do candidato ao governo de São Paulo Aloizio Mercadante (PT-SP).

Quem souber me diga:
- onde está a grana;
- o que aconteceu com os petistas envolvidos;
- em que ponto estáo as investigações decorrido mais de um ano;
- quem veio primeiro: o ovo ou a galinha? A corrupção ou o PT?

3 comments:

14 de novembro de 2007 00:30 jeronimo disse...

OUTRO LADO DE ALKMIN
De onde veio o dinheiro?
A assessoria técnica do Tribunal Superior Eleitoral recomendou a rejeição das contas de campanha do candidato derrotado do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin. Na conta de campanha nacional do PSDB, os técnicos identificaram irregularidades que somariam R$ 25,4 milhões, informa, discretamente, O Estado. Dentre elas, destacaram doações feitas por fontes vedadas pela legislação no total de R$ 1,3 milhão, como a Companhia Energética Meridional (CEM). Alckmin, como você se lembra, passou metade da campanha exigindo que Lula explicasse de onde veio o dinheiro para a fabricação de dossiês. Agora, é a vez dele responder.

14 de novembro de 2007 00:33 larissa disse...

O nosso povo é muito pratico, veja porque: estão ocorrendo desvios de conduta até mesmo da ética.SIM!
O governo está trazendo melhorias para o nosso povo e para o país.SIM!
Então vamos continuar com ele, pois está muito bom. QUEM É EXEMPLO NO país.VAMOS VER: Alkmin -até hoje está para sair a CPI DO METRO SP,iniciada e construida em sua gestão, no qual tivemos 8 mortos e 300 familias estão desabrigadas morando em hotéis, 30 CPIS manobradas para não sair DOS ESCANDALOS DE SEU DESGOVERNO,teve as suas contas de governo rejeitadas, escandalo de NOSSA CAIXA e assim por diante..nem o psdb QUER A SUA CANDIDATURA, PREFERE kASSAB DO PFL...
E VOCê CONCORDA COM O POVO OU DISCORDA?

14 de novembro de 2007 08:32 Luiz Lailo disse...

Minhas indagações continuam em aberto. Quero saber sobre os aloprados. As acusações ao Alkmin devem ser levadas a outra enfermaria. E na minha "religião" corrupção não é unidade de comparação. Os pecados de Lúcifer não absolvem Satanás, ou que nome tenham esses capetas.

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário