Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Sobre blogs parceiros

Dizem que não existe bobo no futebol. Eu diria que não existe bobo na internet. Eu não aviso a ninguém que coloquei um link para seu blog. Todos têm capacidade para ver isso. Posso até avisar por uma questão de alta consideração e de grande amizade. Só. Sem esperar reciprocidade, que, nesses casos, é uma palavra mágica. Eu não cobro reciprocidade, embora espere.
Quem coloca um link para meu blog recebe a contrapartida imediatamente. Eu escrevi um post recentemente que descreve toda a química que rola entre os blogueiros, Nunca te vi, sempre te amei. Acho que escrevi isso para um amigo em particular, que nunca vi, mas que serve para todos os meus amigos virtuais. São pessoas que nunca vi, mas que reconheceria se os encontrasse ali na esquina.
Por esses dias vou escrever sobre o BlogBlogs com mais detalhes, um motor maravilhoso. Multipliquei minha audiência por 20 desde que me cadastrei. Mas nem todos sabem o que é o BlogBlogs. Não sabem que é um lugar onde você tem que mostrar a cara e mostrar que está vendo a cara das outras pessoas. Você tem que mostrar que gostaria que essas pessoas soubessem que você existe assim como você sabe que elas significam algo para você. É a troca, é a reciprocidade. Você tem que reconhecer essa realidade.
Desde que iniciei meus blogs sempre senti a ausência de pessoas que dissessem presente nos comentários. Amigos diziam que liam mas que não iriam comentar. Não sei o motivo. Já comentei em blogs, tomei pauladas, revidei; sempre que eu achar que vale a pena defender meus pontos de vista eu o farei. Os outros que se ferrem.Os comentários são importantes. Procurem escrever alguma coisa, nem que seja: "passei por aqui". O blogueiro ficará feliz. Eu voltarei a esse assunto.
Quero que as pessoas entrem no clima BlogBlogs. Sinceramente. De todo o coração.

4 comments:

25 de novembro de 2007 00:30 Ricardo Rayol disse...

Sei o que é isso, e agora estou radicalizando, vou procurar visitar apenas quem tem feed, é um baita saco dos infernos vc ter que abrir um zilhão de páginas apenas para ver que um blog não foi atualizado ou pior, que postou uma bosta de meme.

26 de novembro de 2007 12:09 Alanna disse...

Nossa, EXCELENTE o post!
Adorei... Me identifiquei com tudo!
Principalmente com a parte em que você fala de amigos que entram em nossos blogs, mas não comentam.... =/

Parabéns pelo blog!

[]s

26 de novembro de 2007 14:35 Mara* disse...

Quando resolvi ser blogueira, (o blog ainda existe - coitadinho! - está vagando perdido no espaço da blogosfera; não posso mais acessá-lo, por incompetência ou arbitraridade do provedor Terra) me atormentava a ausência de comentários, até que um belo dia, foi feito um, parabenizando-me por meu blog ter sido mencionado no vestibular de uma universidade de Pelotas, Rio Grande do Sul (fui conferir é claro! e era verdade) e dias depois um advogado deixou outro, dizendo-se fã do blog, mas não comentava por falta de tempo, já imaginou se fosse deixar comentários em todos os blogs que gostava? Não faria mais nada! Diante disso, resolvi relaxar e ficar atenta somente à visitação, somos vistos meu amigo, e isso é o que importa! Mas um comentariozinho nunca é demais né? Afaga o ego.

beijão e boa semana.

27 de novembro de 2007 01:29 Alanna disse...

Voltei, viu?! rsrsrs...=P
Adorei a dica! Valeu demais!!!

Acho, mesmo, que você deveria postar sobre este assunto no seu blog.
Espero que realmente dê certo o que me disse! :-)

Quanto ao Feed, eu já criei um sim!
E, aproveitando o ensejo, meu Blog mudou de endereço, agora é: www.alannablogada.com

Lá, você poderá ver o meu Feed...hehehe...

Bom, espero que continue passando suas experiências para todos nós iniciantes no mundo dos Blogs! rsrs...

[]s

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário