Lugar_RSI

AvatarLugar do Real, do Simbólico e do Imaginário
Aqui não se fala dos conceitos de Lacan e a palavra lugar deve ser pensada em sua definição matemática

Efeito Tostines

Assim diz a propaganda: é fresquinho porque vende mais ou vende mais porque é fresquinho? Você acredita numa relação cósmica de causa e efeito? Ou, por outra, você acha que suas boas ações lhe renderão benefícios no futuro? O que você fizer em prejuízo de alguém irá arrebentar na sua cabeça algum dia?
Eu nunca pensei desse modo. Acho apenas que ajudar alguém só pode trazer alegria e conforto para ambas as partes. Existem pessoas, materialistas, que acham que favor deve ser pago com favor, rigorosamente. Acho até que mantêm um contador de favores que já te fizeram para poderem, sempre que lhes convier, jogá-los na tua cara.
Noutro dia vi um carro parado na estrada. Ele dependia apenas de um tranco. Manobramos o carro no sentido da descida, empurrei e ele foi embora feliz.
Noutra ocasião foi a minha vez. Parei numa bacia para aliviar o joelho. Quando quis dar a partida a ignição não funcionou. Escolhi a direção da estrada menos íngreme e direcionei o carro. Caía a noite. Nesse tempos bicudos ninguém pára para seu ninguém. Consegui colocar o carro do outro lado da estrada. Foi nesse momento que pararam dois caminhões e mandaram que eu entrasse no carro. Com menos de três metros percorridos meu carro pegou. Caminhoneiro é um povo muito solidário.
Ontem foi pior. No meio do mato, pouco trânsito, acabou o gás e virei para a gasolina. Houve um curto, queimou o fusível da caixa seletora e o motor apagou. Um carro da PM Guarda Florestal parou e perguntou-me o que eu precisava. Respondi: - Um fusível de 5. Eles me arranjaram um de 10. Coloquei. Queimou de novo. Eles tinham que ir embora. Ficaram de me mandar um mecânico ou um eletricista. O tempo passava e nada. E se não houvesse eletricista ou mecânico em Morro Azul? Aí parou um cidadão, inteirou-se do meu problema e sugeriu irmos a Governador Portela, onde havia um mecânico e eletricista muito bom, de sua confiança. Fechei o carro, peguei uma bolsa com uma pasta contendo documentos e fomos. Dali a instantes eu já voltava com o mecânico.
Ele detectou o curto circuito. Era um fio com um pequeno descasque que encostava na lataria. Quando se alternava para gasolina entrava o positivo e dava curto-circuito. Apenas um pequeno isolamento e a troca de fusível. R$ 20,00 pela "visita". Muito justo. Cheguei a casa. Dei por falta da pasta com os documentos. Só podia estar na casa do mecânico. Liguei. Ele havia me dado um cartão. Realmente estava lá. Esqueci sobre o muro. Além dos documentos do carro, do talão de cheques, havia uma promissória vencida.
Porra, minha felicidade não podia ser completa? Porque ele não paga essa promissória?

Vocês não conhecem a piada dos portugueses? Um estava muito bem de vida. Havia achado uma valise abarrotada de dinheiro. O outro relatou sua situação. Achara uma pasta com três promissórias vencidas. Já tinha pago duas. Mas a terceira tava foda...

1 comments:

24 de novembro de 2007 19:04 Ricardo Rayol disse...

Como trilheiro espiritual, vos digo: "Os caminhantes de fé serão julgados com a mesma medida com que julgam, dialeticamente, seu próximo". As aparências enganam. Isso é de conhecimento público. O verdadeiro caminhante esotérico oportunista aprende que um generoso e abonado necessitado de ajuda não está, necessariamente, trajado em ricas vestes. Alguns costumam ser excêntricos e se trajam como maltrapilhos imundos. Meu irmão deve notar a diferença pela forma que encadeiam as frases, pelo bafo e pelo estado de sua arcada dentária. O verdadeiro maltrapilho titubeia, tem um terrível bafo de bebidas não recomendadas e os dentes estão absolutamente enegrecidos. Não que vocês não devam ajudar. Afinal, devemos procurar também formas dedutíveis de impostos. Nós, "magos", nunca julgamos ninguém pela aparência. Recebemos todos, sem distinção, em nosso chateau e oferecemos uma taça de valioso vinho francês. Se o necessitado emborcar de um só gole é porque se trata de um desguarnecido de recursos e o convidamos gentilmente a se retirar. Se ele engrossar chamamos a segurança.

Postar um comentário

Qualquer mensagem não relacionada à postagem deverá ser colocada no Quadro de Recados e, de preferência, não contendo SPAM.
Anônimo, faça a gentileza de deixar seu nome ao final do comentário